Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    04 de Janeiro de 2024 postado por Renato Campos

    o_motivo_para_uma_possivel_desconexao_entre_elenco_e_treinador_no_lakers

    O Lakers está atualmente em uma situação complicada. Por um lado, as lesões têm sido um fator nas dificuldades da equipe nesta temporada. Por outro lado, isso teve pouco impacto no fato de a equipe ter cometido 21 turnovers e ter tido uma das piores noites de arremesso da história da franquia na quarta-feira, um jogo que previsivelmente resultou em uma derrota e representa provavelmente o ponto mais baixo para esta equipe até agora nesta temporada.

    Previsivelmente, os relatos que se seguiram nas horas seguintes apontam para uma "desconexão crescente" entre Darvin Ham e o vestiário do Lakers. Qualquer pessoa que tenha acompanhado o Lakers nesta temporada sentiu que isso estava por vir, mas as declarações após a derrota de quarta-feira talvez tenham dado uma ideia dessa desconexão.

    Ham falou após o jogo e foi questionado sobre mais uma mudança na formação e se isso afetou a consistência da equipe.

    "Não podemos encontrar consistência até ficarmos saudáveis. É simples assim", disse Ham. "Temos que ficar saudáveis. E uma vez que você fica saudável, os caras têm que recuperar o ritmo e precisamos encontrar uma unidade coesa, uma rotação totalmente coesa com a qual podemos trabalhar. Quando você está lidando com diferentes jogadores entrando e saindo da formação com tanta frequência, é quase impossível encontrar um ritmo. Isso é a realidade. Não é uma crítica a ninguém. Temos orgulho em garantir que não enviemos nossos jogadores para se exporem a qualquer tipo importante de lesão. Isso é o que defendemos.

    "Mas, tendo dito isso, temos que deixar os caras saudáveis. São essas pequenas lesões e problemas que precisamos garantir que os jogadores não apenas estejam disponíveis, mas estejam disponíveis em alto nível."

    Ham não vai convencer os torcedores com essa declaração

    Isso provavelmente não é uma mensagem que será bem recebida pelos torcedores. Não importa se é por conta disso ou não, a maneira como o Lakers jogou contra o Heat não permite desculpas após o jogo.

    No entanto, talvez o problema maior seja que os próprios jogadores não estejam na mesma sintonia de Ham. Na verdade, eles estavam dando respostas opostas.

    Jogadores não defendem lesões como desculpa para derrotas

    No vestiário, Anthony Davis falou sobre ter sido superado pelo Heat e como as lesões não deveriam ser uma desculpa neste momento.

    "É um pouco de tudo agora", disse AD. "Não estamos bem. O Heat jogou mais duro do que nós hoje à noite, executou melhor do que nós hoje à noite, foi um pouco mais físico do que nós hoje à noite. Fomos superados hoje à noite. É um pouco de tudo agora. Se continuarmos nessa tendência, não será bom para nós. É óbvio que temos que resolver isso mais cedo ou mais tarde. O fato de alguns jogadores estarem fora não é uma desculpa. Não há desculpas agora. Como o treinador disse antes do jogo, temos o suficiente neste vestiário para vencer, mas temos que sair e competir."

    Austin Reaves estava expressando um sentimento semelhante ao de seu companheiro de equipe.

    "Não podemos usar isso como desculpa, independentemente de qual seja a formação, qual mudança é feita", disse Reaves. "O que quer que aconteça. Temos que ser melhores como equipe e ganhar jogos. Somos mais do que talentosos o suficiente para vencer jogos. Temos profundidade suficiente. Temos habilidade suficiente. Temos que resolver isso. Falamos nos primeiros (35) jogos sobre encontrar essa química e essa coesão. Portanto, agora temos que resolver isso."

    Tecnicamente, ambas as coisas que Ham, AD e Reaves disseram podem ser verdadeiras. Eles podem ter dificuldade em encontrar consistência quando estão lesionados e também ainda têm talento suficiente para vencer jogos.

    Mas a percepção disso não é boa, especialmente levando em consideração todo o contexto. Mesmo em circunstâncias ideais, ter mensagens basicamente contraditórias de dois dos três principais jogadores da equipe e do treinador principal não é o melhor cenário.

    Mas ter essas declarações horas antes de um report sobre uma crescente desconexão entre Ham e o vestiário só levará a uma conclusão, justa ou não.

    É impossível para os de fora saberem se o vestiário tem algum tipo de racha e se há uma desconexão entre os jogadores e o treinador. Mas declarações como essas certamente alimentam a especulação e a reportagem de que isso está acontecendo e, em geral, não é uma boa aparência para uma equipe que está enfrentando dificuldades.

    Fala aí!