Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    14 de Março de 2024 postado por Renato Campos

    nba_d_angelo_russell_gera_polemica_em_entrevista_citando_o_tecnico_do_lakers

    As dificuldades do Lakers contra o Denver Nuggets têm sido bem documentadas. O time perdeu oito seguidas contra o time do Colorado, incluindo as finais da Conferência Oeste de 2023, onde o Lakers foi varrido pelos eventuais campeões da NBA.

    Durante essa série, D’Angelo Russell não foi nada bem, com médias de 6,3 pontos, 3,5 assistências e 2,0 rebotes por jogo. Suas atuações foram tão ruins que Darvin Ham acabou o colocando no banco no último jogo da série na tentativa de conseguir ao menos uma vitória contra o Nuggets.

    Após a série, a última coisa na mente dos torcedores do Lakers era como a colocação de Russell no banco e seu papel na equipe estavam afetando sem desempenho. No entanto, ficou claro que a dinâmica entre Russell e Darvin Ham deixava muito a desejar.

    Na quarta-feira, Dave McMenamin, da ESPN, publicou uma matéria sobre Russell na qual o armador do Lakers discutiu em detalhes o problema que teve com o treinador da equipe durante a série. Russell também mencionou como a dinâmica entre Dennis Schroder e Ham tornou as coisas mais difíceis para ele.

    "O relacionamento dele (Dennis Schroder) com Darvin é a razão pela qual eu não pude ter um relacionamento com Darvin", disse Russell.

    "Quando eu estava mal, eu teria conseguido me aproximar do treinador e dizer: 'Cara, é isso que deveríamos fazer. Tipo, eu posso te ajudar.' Em vez disso, não houve diálogo. ... Eu simplesmente aceitei.

    "E fomos varridos, estou aqui e ele não está. E eu gosto das nossas chances."

    O que Russell pretende com essa declaração neste momento da temporada?

    Jogadores tendo problemas com treinadores é uma história antiga. No entanto, é raro um jogador dizer isso enquanto ainda joga sob o comando do treinador em questão e ainda tendo um papel de titular na equipe, o que é o que chama a atenção nesta entrevista.

    Russell sempre é cuidadoso com suas palavras e como as coisas são retratadas. Ele está decidido a 'controlar a narrativa', então o fato de ele dizer isso agora significa algo.

    O que significa, não saberemos. 

    Talvez, com sua opção de jogador em mãos, ele sinta que tem mais controle e possa dizer o que pensa. Ele jogou tão bem que a equipe optou por não trocá-lo durante o prazo de trocas, e com suas atuações recentes, ele pode até optar por deixar seu contrato e conseguir um salário ainda maior do Lakers ou de outra equipe concorrente nesta offseason.

    A experiência com Russell sempre foi e sempre será uma montanha-russa. Quando ele está no seu pior, ele vai mal no ataque e fica inutilizável devido à sua defesa. 

    Neste momento, Russell é a melhor versão de si mesmo.

    Ele falou sobre ser um melhor defensor desde o traning camp e ele realmente tem sido. Ele não é um jogador de altíssimo nível, mas se entrega em quadra e quando você adiciona isso com seu arremesso de 3 pontos e sua química com LeBron James e Anthony Davis, ele é facilmente o terceiro melhor jogador desta equipe.

    Fala aí!