Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Eduardo Barão

    18 de Abril de 2024 postado por Eduardo Barão

    5_pontos_para_acreditar_no_lakers_contra_o_nuggets_nos_playoffs_da_nba

    Sim, eu sei que o Lakers perdeu todos os confrontos contra o Denver Nuggets durante a temporada regular e também na anterior. E que para a maioria entra como azarão no confronto contra os atuais campeões da NBA.

    Mas é evidente que apesar do favoritismo da equipe de Nikola Jokic, nada está definido antes da bola subir.

    Sabendo das dificuldades, juntei cinco motivos para acreditar que SIM! é possível passar por eles na série que começa no sábado, na casa dos Nuggets.

    O time evoluiu desde a última temporada

    Foi a duras penas, mas o Lakers chega muito mais preparado para enfrentar o Nuggets nesses playoffs. Impossível esquecer do 4 a zero nas Finais do Oeste do ano passado e de que o time não vê uma vitória contra o atual campeão desde dezembro de 2022 (derrotas em três confrontos diretos na atual temporada e oito matchups seguidos no total). Até o técnico Michael Malone reconhece: “Eles (Lakers) chegam jogando muito bem e com fome. Eles querem inverter esse script. Nossos jogadores entendem isso.”

    D’Angelo Russell declarou que “A humilhação pública ajudou a me transformar no matador que você vê hoje”

    Denver venceu por margens pequenas

    As 8 derrotas tiveram placar relativamente apertado, com a maior vantagem sendo de 13 pontos, a menor de apenas 2. Darvin Ham precisa encontrar aquele ponto ideal, entre um time que arremessa bem - o que ele já tem - mas que também seja confiável na defesa.

    Chute de 3

    Com placares apertados, os arremessos de 3 podem fazer a diferença. D’Angelo Russell está entre os 20 melhores arremessadores de 3 da temporada, com aproveitamento de 41.5%. Outro que vem chutando bem de três (42.2%, décimo segundo melhor na liga) é Rui Hachimura, que tem lugar mais garantido em quadra.

    Evolução da defesa

    Jokic teve contra os Lakers, só nesta temporada, média de 29.3 pontos por jogo. Ele é grande e habilidoso para qualquer defensor em atividade. Mas seu principal marcador no Lakers, Anthony Davis, está em condições físicas muito melhores do que na temporada passada e é hoje o terceiro melhor defensor da liga. Mesmo assim, não deve receber sozinho a tarefa de marcar o Coringa.

    O fator LeBron James

    Nos playoffs do ano passado, foi justamente LeBron quem conseguiu segurar Nikola Jokic, pela sua inteligência em quadra, ao antecipar passes e ler de maneira impecável o jogo do sérvio. Contra o Rei, Jokic fez apenas 4 de 12 arremessos, e perdeu a bola em cinco oportunidades. Mas olha só, LeBron está com a pontaria mais calibrada: naquele playoff contra o Denver, ele acertou 26.9% dos chutes de 3, e chega agora a esse novo matchup com média de 43.5%.

    Fala aí!