Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Eduardo Barão

    12 de Abril de 2024 postado por Eduardo Barão

    nba_bronny_james_pode_jogar_no_lakers

    Bronny James anunciou no início de abril que iria entrar no Draft de 2024. Mas que também manterá sua elegibilidade no basquete universitário.

    E você, torcedor dos Lakers, que já ouviu muitas vezes Lebron James dizer que adoraria jogar ao lado do filho, se pergunta “eu quero esse garoto no meu time”?

    A resposta a essa pergunta não é tão simples. Bronny é filho do Rei, mas são poucos os analistas de NBA que diriam que o Júnior teria tanto destaque na mídia se não fossem os laços com o maior pontuador da história do basquete.

    O jovem armador ganhou destaque ainda no High School, quando defendeu Sierra Canyon, escola privada da Califórnia que conta com alguns filhos de celebridades entre seus formandos, como Kendall e Kylie Jenner - irmãs das Kardashian, Willow Smith, filho de Will Smith, e Scotty Pippen Jr., hoje jogador dos Grizzlies.

    Problema de saúde atrapalhou trajetória de Bronny nesta temporada

    Na transição para o basquete universitário em 2023, a fatídica parada cardíaca em julho, antes mesmo do início da temporada no UCS Trojans, e a descoberta de uma cardiopatia congênita o afastaram da quadra por cinco meses. Quando enfim pôde retornar ao basquete, precisou galgar novamente um espaço no time, quase sempre saindo do banco (6 vezes nos 25 jogos de 2024), e anotando médias de 4.8 pontos, 2.8 rebotes e 2.1 assistências. São números que, olhados friamente, não devem convencer um time profissional a assinar imediatamente. Com apenas 1.93 de altura, Bronny chama atenção pela sua habilidade com a bola, sua ética de trabalho e o seu Q.I. de basquete - aqui, não é só o “quem indica”, é inteligência mesmo.

    Há ainda um detalhe importante: o acordo coletivo dos jogadores da NBA exige que aqueles atletas que irão se submeter ao Combine devem passar pela avaliação física das franquias interessadas. Um executivo da Conferência Leste conversou com o jornalista Jeremy Woo, da ESPN Americana, na condição de anonimato e revelou que “a questão médica é preocupante. Temos uma equipe médica bastante conservadora e há muito debate sobre isso ainda. Mas não acho que Lebron James colocaria o próprio filho nessa situação, eles não precisam do dinheiro e a vida dele (Bronny) é mais importante que o basquete”.

    Bronny tem até o final de maio para decidir seu futuro

    O tempo está passando e Bronny precisa tomar uma decisão: os jogadores têm até 27 de abril para se inscrever oficialmente no Draft, e até 31 de maio para retirarem seus nomes da lista se quiserem permanecer no basquete universitário. De qualquer maneira, Bronny já indicou que não volta para a USC depois de pouco mais de quatro meses com o grupo.

    435730083-971288207387433-4430836426594404692-n

    Alguns dos possíveis motivos são o desempenho da equipe na temporada, com 15 vitórias e 18 derrotas, a saída do técnico Andy Enfield, que assumiu uma vaga na SMU e será substituído por Eric Musselman, e uma insatisfação com os treinamentos. Entre os possíveis destinos universitários está a Duquesne University, em Pittsburgh, na Pensilvânia. O novo técnico da equipe é Dru Joyce, amigo de longa data da família e colega de Lebron na St. Vincent-St. Mary High School. Joyce chega substituindo Keith Dambrot, que foi técnico dos dois no colégio e agora aproveitará a aposentadoria.

    Draymond Green acredita que Bronny vai ter sucesso na NBA

    Quem acha que Bronny James deveria sim abraçar a oportunidade e ir pro Draft é Draymond Green. O ala-pivô dos Warriors falou em seu podcast que “100% de certeza que ele fará sucesso na NBA. Ele sabe trabalhar, olha a evolução dele de um ano para outro no colégio”. E foi além: “é inteligente entrar no Draft porque a classe desse ano é muito ruim. Esse draft vai entrar para a história como um dos piores em termos de talento”. 


    O próprio Draymond não queimou nenhuma etapa, e aproveitou sua jornada no basquete universitário, melhorando de 3.3 pontos por jogo para 16.2 PPJ em quatro anos em Michigan State. Mas Green é agenciado pela Klutch, mesma agência de Lebron James. Significa?

    O quanto a entrada de Bronny no Draft pode impactar o futuro de LeBron - e dos Lakers - é incerto. Apesar de ser consenso de que Bronny ainda não está pronto para a NBA, muitos times o draftariam diante da remota possibilidade de o pai topar um contrato menos caro para acompanhá-lo e talvez aposentar ao lado do filho. E se LeBron quiser permanecer nos Lakers, a diretoria do time pode draftar o garoto apenas para agradar seu astro, como já pontuou a repórter Rachel Nichols.

    LeBron tem até 29 de junho para decidir se exerce a opção de contrato de 51.4 milhões de dólares ou se torna um free agent. O Draft acontece dias 26 e 27 de junho.

    Fala aí!