Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    20 de Abril de 2024 postado por Renato Campos

    o_principal_fator_para_o_lakers_vencer_a_serie_de_playoffs_contra_o_nuggets

    Os playoffs da NBA começa hoje, e vencer ou perder muitas vezes se resume aos astros e superastros deixando sua marca nos jogos, especialmente nos momentos críticos. Mas muitas vezes, jogadores não estrelas podem fazer quase tanta diferença.

    Na história do Lakers, houve muitos jogadores que foram fundamentais para suas sequências rumo a campeonatos. Jogadores como Michael Cooper, Mychal Thompson, Rick Fox, Derek Fisher e Brian Shaw forneceram o tipo de apoio que é necessário para ter sucesso.

    Este ano, o Lakers vai iniciar o que espera ser uma longa jornada nos playoffs contra o Denver Nuggets, uma equipe que tem uma sequência de oito vitórias contra eles. Embora isso pareça um período dominante, cinco desses oito jogos foram muito competitivos e decididos nos minutos finais.

    Ter simplesmente mais um jogador de papel complementar dar um passo à frente em tais jogos pode fazer toda a diferença. Desta vez, o Lakers tem um jogador que pode fazer exatamente isso: Gabe Vincent.

    Vincent foi contratado com grandes expectativas

    Vincent foi contratado pela equipe no verão passado por um contrato de três anos e US$ 33 milhões depois de desempenhar um papel fundamental no Miami Heat inesperadamente chegar às Finais da NBA de 2023. Alguns se perguntaram se o armador valia aquele contrato ou até mesmo se a equipe deveria tê-lo contratado. Como esperado, ele jogou apenas cinco jogos até o final de março devido a um persistente problema no joelho que eventualmente exigiu cirurgia.

    Desde seu retorno, Vincent levou um tempo para voltar ao ritmo. Mas na vitória do torneio play-in de terça-feira sobre o New Orleans Pelicans, ele acertou 3 de 6 arremessos no geral, sendo 2 de 4 arremessos de 3 pontos para ajudar o Lakers a vencer por 110-106.

    Vincent pode ser a chave para conter Murray

    Pode-se esperar que Vincent jogue uma defesa árdua e lute por bolas perdidas e rebotes ofensivos. Quando o Lakers foi varrido pelo Denver nas finais da Conferência Oeste do ano passado, Jamal Murray correu solto e teve uma média de 32,5 pontos por jogo, e ninguém em seu elenco conseguiu oferecer qualquer resistência contra ele.

    Aqui é onde Vincent pode se destacar. Ele marcou Murray durante a série final da temporada passada, e embora não tenha exatamente parado Murray, ele pelo menos fez o armador do Nuggets trabalhar muito.

    Vincent precisará não dar a Murray nenhum espaço nos ataques de pick-and-roll e dribble handoff do Denver. O Lakers normalmente faz uma cobertura por zona contra pick-and-rolls, e será interessante ver se o técnico Darvin Ham ajustará essa estratégia contra o Denver.

    A chave principal Vincent será também fornecer algo de relevante no ataque. Isso não significa que ele precise marcar muitos pontos. Significa simplesmente que ele precisa ajudar, ser eficiente e espaçar a quadra, no mínimo.

    Se ele fizer isso, ele poderá se tornar um fator significativo nesta série e possivelmente até mesmo dar ao Lakers uma chance real de vitória.

    Fala aí!