Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Eduardo Barão

    27 de Maio de 2024 postado por Eduardo Barão

    quem_sera_o_oitavo_tecnico_do_lakers_apos_aposentadoria_de_phil_jackson

    O carrossel dos técnicos nessa off season está movimentado, e a concorrência só aumentou para o Los Angeles Lakers. Depois dos Suns contratarem Mike Budenholzer, o Brooklyn Nets fechar com Jordi Fernandez (ex-Kings) e o Hornets acertar com Charles Lee (ex-Celtics), dois times estão na busca por um novo comandante: o Washington Wizards e o Cleveland Cavaliers, este sim com um elenco e chances reais de boas campanhas que podem seduzir qualquer candidato.

    Depois de uma campanha sólida (48-34, 4º na conferência) que chegou até as semifinais do Leste, o Cleveland optou por demitir JB Bickerstaff nos dias seguintes à eliminação dos playoffs.

    "Fontes ESPN: O Cleveland Cavaliers demitiu o técnico JB Bickerstaff na quinta-feira. Bickerstaff levou o Cavs às semifinais da conferência e venceu 99 jogos da temporada regular nos últimos dois anos, mas a mudança vem com a esperança de avançar mais," relatou Adrian Wojnarowski.

    Assim como os Lakers, os Cavaliers estão na busca por um técnico que realmente possa levar o time de volta às Finais, e Kenny Atkinson, assistente de Steve Kerr no Golden State Warriors, já foi ligados às duas equipes como potencial candidato.

    Atkinson tem passagem também pelos Nets, com destaque pelo desenvolvimento de jovens jogadores como Caris LeVert, hoje nos Cavs. Ele também é conhecido por ser um técnico ofensivo, que trabalhou ao lado de outros comandantes experientes, como Mike D’Antoni e Budenholzer.

    Lakers não teve constância desde a aposentadoria de Phil Jackson

    Para os Lakers, o novo técnico será o oitavo comandante desde a aposentadoria de Phil Jackson (1999–2004, 2005–2011) e nenhum deles durou mais que três temporadas. Nem o título de Frank Vogel, ou a classificação às Finais do Oeste de Darvin Ham foram suficientes para garantir contratos mais longevos.

    Com mais concorrência no mercado, talvez o Lakers precise acelerar sua procura, já que não há grandes nomes disponíveis. JJ Redick, que parece liderar essa corrida, além de não ter nenhuma experiência como head coach, tem contrato com a ESPN norte-americana para comentar as Finais da NBA - vaga esta que era de Doc Rivers, que acabou assumindo os Bucks depois de menos de 3 meses com a emissora. Para Redick, até como demonstração de profissionalismo, pode não ser interessante anunciar uma ida aos Lakers antes de encerrar seus compromissos como analista. Se ele não for abordado por nenhuma outra equipe, essa espera não deve ser um problema para a franquia mais tradicional da liga.

    Fala aí!