Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    defesa_foi_o_fator_chave O Los Angeles Lakers conseguiu abrir uma vantagem considerável com a vitória de ontem em Denver sobre o Nuggets no jogo 3 da série melhor de sete jogos dos Playoff's da NBA. Com um ataque balanceado, o time de Kobe Bryant e cia abriu vantagem no 3º período para nunca mais ser alcançado pela equipe da casa.

    E não foram somente as conquistas do time durante a partida que motivam os jogadores para o jogo 4. Desde 2002 o Lakers não consegue varrer um time com quatro vitórias seguidas, a última vez foi contra o New Jersey Nets nas Finais daquele ano. O exemplo do que aconteceu na série contra o Phoenix Suns dois anos atrás, quando o time tinha uma vantagem de 3 à 1 e deixou escapar a classificação, serviu para não deixar a concentração ser perdida. "Acho que isso mostra muita maturidade de nossa parte", disse Kobe Bryant. A defesa também é outro fator que enche de orgulho jogadores e comissão técnica, forçando o Nuggets à um baixo aproveitamento de 37.2% dos arremessos. Em um certo momento, os jogadores do Denver demonstraram tamanho nervosismo e frustração, que Carmelo Anthony recebeu falta técnica por reclamação e Eduardo Najera foi fragrado agredindo Sasha Vujacic.

    Tamanho foi o esforço defensivo por parte do L.A., que Allen Iverson e Carmelo Anthony, combinados, arremessaram e converteram apenas 10 de 38 chutes. Anthony inclusive chamou a atenção de todo o time, em entrevista após a partida. "Nós desistimos, todos", disse ele. "Desde os técnicos até os jogadores, nós desistimos", revelou Carmelo, frustrado. "Não estou culpando ninguém individualmente. Eu não joguei nada e aceito isso. Mas como competidor, não há a possibilidade de eu desistir e o time também, como fizemos hoje", revelou ele. Outro que estava muito chateado era Allen Iverson, que após o jogo falou sobre ter ficado no banco praticamente todo o 4º período. "Por não ter voltado para o jogo, eu entendo", disse ele. "E Karl não disse nada para mim mesmo após o jogo. Disputei vários jogos com dedo quebrado. Sempre estou pronto para jogar, em todas as partidas. Então, porque não me dizer nada?", questionou-se Iverson sobre a atitude do técnico do Denver. Assim como Carmelo, ele também demonstrou frustração com a atuação da equipe. "Já disputei muitas séries de Playoff's, mas não acho que me senti tão frustrado como estou", disse Allen. "Não fizemos nada para mudar. Ficamos fazendo apenas a mesma coisa", finalizou ele.

    O técnico do Nuggets George Karl parece não ter concordado com Anthony sobre desistir do jogo. "Bem, eu não acho que desisti", disse ele. "No 4º quarto, eu tentei achar respostas. Eu tentei achar "Irá Chucky Atkins nos salvar?", eu acho que Melo está emotivo neste momento", disse ele, sendo irônico e ao mesmo tempo compreensivo. "Ele está frustrado no momento, como todos nós. Manter a compostura e demonstrar maturidade é a melhor coisa que podemos fazer", disse Karl em tom de orientação. "Eu tiro meu chapéu para o Lakers, pela defesa que praticaram. Eles são melhores do que eu imaginava". Pelo L.A., somente elogios e felicidade. Quem tem bons motivos para comemorar é Luke Walton, que desde o início da série vem demonstrando o bom basquete que fez o Lakers renovar seu contrato. "As coisas realmente estão indo muito bem para ele", disse o técnico Phil Jackson. Em vez de colher os louros das boas atuações, Walton prefere exaltar a defesa e o esforço coletivo. "Definitivamente nos ajudou (defesa), mas só acaba quando termina", disse ele. "Esta foi mais uma boa batalha para nós, sendo assim, sentimos que podemos nocautear eles", revelou Luke.

    A boa expectativa demonstrada por Walton está aliada a cautela de Derek Fisher, e o experiente armador do Lakers explica o porque disso. "Você é humano", disse ele, sobre a possibilidade de relaxar com a vantagem conquistada. "Tem um instinto que diz "OK, você está um passo mais próximo, e a probabilidade de eles conseguirem reverter e vencer a série não existe. Eles provavelmente não irão fazer um grande esforço", e aí você começa a dizer para si este tipo de coisa. Demanda um extremo esforço para manter o foco e deixar isso de lado", revelou ele. Sendo assim, os repórteres perguntaram para Pau Gasol sobre o que ele espera do Nuggets para a próxima partida. "Eu não estou certo", disse Pau. "Eu acho que eles vão voltar com tudo e tentar a primeira vitória, mas não vamos tentar prever nada", disse ele. "Nós apenas vamor vir com força e tentaremos fechar a série o quanto antes. Sabemos o que precisamos fazer", disse ele. E Kobe também está empolgado com as possibilidades da equipe californiana. "Somos um time extremamente versátil", disse o astro do L.A. "Podemos jogar em velocidade, devagar, de tudo", analisou ele.

    Mas, a frase mais curiosa para explicar a derrota do Denver veio do sempre conturbado Kenyon Martin, mas que não deixou de ser sincera. "Eu sei o que aconteceu", disse ele. "Nós levamos um chute na...", revelou ele, bem claro. Veremos o que o jogo 4 reserva para esta série, e você, o que pensa sobre o fim desta série? Irá acabar no jogo 4? Ou a disputa voltará para Los Angeles? GO LAKERS GO!!!

    Fala aí!