Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Rodrigo Medeiros

    18 de Outubro de 2017 por Rodrigo Medeiros

    Mais uma temporada começando, e o LABR está de volta, com um novo formato visando sempre o melhor para os nossos leitores. Hoje vamos falar sobre um jogador em especial, que já vai para sua quarta temporada (a terceira jogando, pois na primeira ele se lesionou logo no primeiro jogo) e que precisa mostrar evolução: Julius Randle.

    Draftado na temporada 2014/2015 Randle se lesionou logo no primeiro jogo, ficando de fora de toda temporada. Já na temporada seguinte, então com 21 anos, Randle fez sua real estreia na NBA, terminando com um double-double de média: 11.3 pts e 10.2 reb sendo 2.1 reb ofensivos de média em 28,2 minutos por jogo.

    Já na temporada 2016/2017, apesar de não terminar com um double-double de média, evoluiu em outros quesitos, como pontos: foi para 13.2; assistências: de 1.8 para 3.6 e sua FG% foi de 0.435 para 0.499. Porém vimos um aumento no número de turnovers: de 1.8 para 2.3. Teve ainda 8.6 rebotes por jogo, mantendo a média de 2 rebotes ofensivos.

    Para a temporada 2017/2018, o que devemos esperar de melhora no jogo de Julius Randle? Devemos renovar e apostar nele ou trocá-lo enquanto ainda tem algum valor? Randle tem potencial pra ajudar o time, seja titular ou reserva, a brigar por títulos novamente? Tentaremos elencar alguns pontos sobre essas questões:

    O que Julius Randle pode melhorar em seu jogo?

    Novamente iremos analisar alguns números, principalmente os defensivos. Randle é um jogador forte, fisicamente muito bom e por isso pode contribuir mais na parte defensiva. Seus números em tocos (0.6) e roubadas (0.8) são baixos, e o Defense Rating foi de 108 na temporada 2015/2016 para 112 na temporada 2016/2017. Randle não defende sozinho, mas ele precisa e pode contribuir mais, tem potencial e força para marcar jogadores fortes. Precisa mostrar vontade acima de tudo.

    Outro ponto que iremos analisar é com relação a suas corridas loucas e desordenadas, quando pega um rebote, abaixa a cabeça e sai correndo pro ataque, jogadas que na maioria das vezes não resultam em nada. Randle é um bom reboteiro, e precisa ter mais calma, pegar um rebote e procurar o armador (Lonzo) ou outro jogador com mais capacidade pra levar a bola até a quadra adversária e distribuir/planejar as jogadas, temos 24 segundos para isso, ou seja, tem que ter mais calma, pensar, ler mais o jogo. Isso irá diminuir os turnovers da equipe, podendo gerar mais jogadas trabalhadas.

    Como é a tendência de hoje na NBA os arremessos longos, Randle tem que evoluir nesse ponto também. Nos jogos da pre-season até vimos alguns arremessos longos, bolas de 3, o que já mostra uma certa evolução (pouco, mas já é um começo). Melhorando esse aspecto, seu arsenal ofensivo será bem interessante, pois já consegue pontuar bem próximo a cesta.

    Dos três pontos citados, esperamos maiores evoluções na parte defensiva e que ele pense mais o jogo, evitando ataques precipitados, procurando trabalhar mais a bola. O seu número de assistência já foi melhor em relação à temporada de estreia, e pode melhorar ainda mais nessa temporada.

    Apostar ou trocar Julius Randle?

    Podemos esperar até o All Star Game pra ver como será a evolução de Randle. Se notarmos que o seu jogo evoluiu defensivamente, tem trabalhado a bola com mais inteligência e conseguir manter os números de rebotes e pontos (se possível melhorá-los) pode ser uma peça importante no time (reserva ou titular). Um ponto importante são os rebotes. Randle briga bem pelos rebotes, até mesmo os ofensivos, e num garrafão com Lopez, que não pega muitos rebotes, ele vem a ser muito útil.

    Se o seu jogo não evoluir como o esperado, aí vale a pena estudar alguma possibilidade de troca tentando despachar o Deng junto.

    Julius Randle tem potencial pra ajudar o time a brigar por títulos novamente?

    Potencial tem, basta saber se irá vingar. Destacamos ainda que Randle já conseguiu 3 triple-doubles (contra Dallas, Memphis e Brooklyn), ou seja, é um jogador com um grande potencial, podendo ser peça importante no futuro do Lakers. Nos pontos mencionados no tópico 1, se conseguir uma evolução nesses quesitos, se tornando um defensor decente e conseguindo uma média próxima a 15 pts e 10 reb por jogo, pode contribuir bem para o time, seja como titular ou vindo do banco. Não devemos esperar que Randle se torne um All Star, mas sim um bom jogador, com uma boa defesa e contribuindo no ataque.

    Qual a opinião de vocês sobre Julius Randle? Apostariam nele até o All Star Game ou já tentariam alguma troca despachando o contrato do Deng junto? Acham que Randle pode ser um dia parte de um time campeão pelo Lakers?

    Fala aí!