Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    22 de Setembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_porque_o_lakers_ainda_vai_trocar_russell_westbrook

    Em um artigo chamado “Previsão do Lakers para a temporada 2022-23 NBA”, Zach Buckley, do Bleacher Report, previu que Russell Westbrook não estaria em Los Angeles.

    “É possível que o Lakers acredite honestamente que isso ainda pode funcionar, mas o que há para ainda testar? Westbrook não é uma boa opção para o elenco. Seu domínio de bola não funciona ao lado de LeBron James, e seus chutes erráticos acabam com todos ao seu redor”, escreveu Buckley. “Parece mais provável que L.A. não esteja deixando pedra sobre pedra em sua tentativa de se despedir do nove vezes All-Star (e seu salário de US $ 47,1 milhões) sem sacrificar as duas futuras escolhas de primeira rodada que podem negociar. Em algum momento em breve, o Lakers admitirá que simplesmente não é possível e vai usar essas escolhas com Westbrook e trazer um ou dois colaboradores que realmente se encaixem nesse grupo”.

    De acordo com um relatório de 7 de setembro de Ric Bucher, da Fox Sports, o Lakers “tornou prontamente conhecido” que Westbrook estava disponível para negociação. De fato, o Lakers vem tentando trocar o armador durante toda a offseason.

    Bob Kravitz e Shams Charania, do The Athletic, relataram em 22 de julho que o pacote com Westbrook e uma escolha de primeira rodada oferecido ao Indiana Pacers, por Myles Turner e Buddy Hield não ganhou força desde que Indiana pediu ao time para incluir uma segunda escolha de primeira rodada.

    Enquanto isso, de acordo com um relatório de 16 de setembro de Sam Amick e Jovan Buha do The Athletic, o Lakers discutiu uma troca de quatro equipes com Utah Jazz, New York Knicks e Charlotte Hornets envolvendo Westbrook antes do Jazz mandar Donovan Mitchell para o Cleveland Cavaliers. O Lakers teria adquirido Terry Rozier de Charlotte e Bojan Bogdanovic de Utah se tudo tivesse sido concretizado.

    O Lakers vai ter que ceder...

    Até agora, a recusa dos Lakers em oferecer suas futuras escolhas de draft os impediu de negociar Westbrook. No entanto, Buckley acha que a diretoria vai ceder em breve.

    De acordo com Ramona Shelburne, da ESPN, Westbrook está “muito aberto” a ser negociado pelo Lakers, apesar de não solicitar formalmente uma troca.

    Um executivo da NBA que conversou com Eric Pincus, do Bleacher Report, em agosto, acreditava que o Lakers tinha três parceiros “óbvios” restantes que poderiam buscar para fazer uma troca de Westbrook acontecer. O executivo anônimo listou os Pacers, Jazz e o Spurs.

    De acordo com um relatório de 18 de setembro de LJ Ellis do SpursTalk, o Spurs continua sendo uma das poucas equipes da NBA abertas a absorver o contrato expirante de Westbrook.

    O Lakers, que substituiu Frank Vogel por Darvin Ham, adquiriu Patrick Beverley do Jazz e contratou Dennis Schroder na agência livre. O time também tem Kendrick Nunn, Austin Reaves e Lonnie Walker IV no elenco, criando um possível impasse na posição de armador se Westbrook não for negociado.

    Mais cedo ou mais tarde, a diretoria do Lakers vai precisar abrir mão de suas escolhas se ainda quer ter alguma chance na vigésima temporada de LeBron James. E por agora, parece que apenas o Spurs pode ser o time que vai acabar com a novela Westbrook em Los Angeles.

    Fala aí!