Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Se o Lakers precisava de uma chacoalhada, ela aconteceu no jogo contra o Portland Trail Blazers. Nas recentes vitórias da equipe, eram comuns diferenças de 10, 20 pontos sobre os adversários no final da partida. O que aconteceu no último jogo mostrou que, mesmo os times com desfalques ou que não estão bem no campeonato, são um problema na Conferência Oeste.

    Pode-se usar como desculpa o cansaso, afinal, é o 5º jogo em oito dias. A vitória não foi fácil, pois o time teve que tirar uma diferença de 15 pontos para vencer o Blazers por 96 à 83. Não que isso seja algo para se comemorar com muita ênfase, afinal, o time adversário estava sem dois de seus melhores jogadores (Roy e Oden), mas, o que vale é a forma como o L.A. se redescobriu na partida e conseguiu ampliar a série de vitórias para 9 jogos.

    Os grandes destaques foram Kobe Bryant, que teve 30 pontos, 9 rebotes e 7 assistências e Jordan Farmar, que igualou sua melhor marca de pontos na carreira com 21. Ele saiu bem do banco de reservas e foi fundamental no triunfo de ontem à noite. Outro fator positivo é que o time atingiu as 40 vitórias antes de perder 20 jogos, algo importante no pensamento de Phil Jackson. "Pensava que, após o All-Star Game, deveríamos achar o caminho certo nos primeiros jogos e pegar o ritmo de novo, e foi o que fizemos", disse o técnico do Lakers Phil Jackson.

    O jogo seguiu com extremo equilíbrio durante três quartos, até Kobe Bryant tomar conta da partida. "Ele sentiu a necessidade de exercer uma influência no quarto período", revelou Phil. Mesmo assim, só Kobe não seria suficiente, afinal, somente ele e Pau Gasol jogaram bem do time titular. Alguém teria que vir muito bem do banco para erguer o time e foi aí que apareceu Jordan Farmar. "Foi importante!", disse Jordan. "Eu não estava apenas marcando pontos. Nós conseguimos algumas jogadas que levantaram a torcida", analisou o armador do L.A.

    Os próximos jogos não são considerados difíceis por alguns analistas, o Lakers pega o Heat na quinta e o Blazers de novo, só que na casa do adversário. Já o domingo reserva um jogo difícil para o L.A, contra o Dallas no Staples Center. Depois de encarar o time de Jason Kidd, são três jogos, incluindo dois contra o Kings, um dentro e outro fora de casa e uma partida contra o Clippers. Possibilidade de permanecer na liderança do Oeste por um bom tempo? Jackson não usa estas palavras. "Eu não mencionei isso", disse Phil em relação ao time. "Nós apenas conversamos sobre mando de quadra e o que queremos fazer que é nos colocarmos numa boa posição para os Playoff's", finalizou o Mestre Zen. GO LAKERS GO!!

    Fala aí!