Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O que parecia impossível aconteceu. O Lakers conseguiu perder para o Memphis Grizzlies em Los Angeles, um time que tinha somente 1 vitória fora de casa contra os times do Oeste na temporada inteira. Algo está errado. Má fase? Pode ser. O que não pode é a apatia que alguns jogadores estão demonstrando, e mesmo Kobe marcando 53 pontos, parece não incentivar o resto do grupo a jogar de forma mais assertiva.

    O 1º quarto de partida poderia resumir o que foi o jogo todo. O que não se pode negar é que houve equilíbrio, mas, o fator desapontante é que isso se deve mais à má fase do Lakers do que propriamente a qualidade do time do Memphis. E desde o início, somente Kobe Bryant parecia estar no ritmo que era necessário para vencer o jogo. Até Lamar Odom, que vinha jogando muito bem não esteve muito inspirado. Enquanto isso, pelo Memphis, o trio Darko Milicic, Hakim Warrick e Rudy Gay se revezava nas jogadas de ataque. Este jogo coletivo proporcionou ao Grizzlies a vantagem no 1º período por 32 à 30. No começo do 2º quarto, o Lakers teve a chance de encostar e até passar à frente no marcador, mas, como Kobe estava descansando, esta parecia ser uma tarefa extremamente difícil para os outros jogadores conseguirem sem ele. Com o retorno de Bryant, o L.A. foi capaz de virar a partida, num arremesso tridimensional do astro do Lakers faltando 5:30 para o intervalo. Porém, o time começou a se basear demais no esforço de Kobe, e a falta de ritmo dos outros jogadores nas jogadas de ataque fizeram com que o maior jogo coletivo do Grizzlies mostrasse força. O L.A não conseguia defender bem o garrafão, e Darko Milicic fazia a festa. O Lakers chegou a conquistar o placar de 51 à 43 com pouco mais de três minutos restando para o final do 2º período, porém, em mais uma sequência de cochilos defensivos, permitiu o empate do time visitante indo para o intervalo com o placar de 53 à 53.

    No 3º quarto, nada mudou. Parecia Kobe Bryant contra o time inteiro do Memphis. A passividade dos outros jogadores fizeram com que Kobe tomasse conta das ações ofensivas. Enquanto ele teve gás, o Lakers permaneceu na partida, mas, o Memphis parecia não desistir de movimentar a bola, e, com boas jogadas criadas por Mike Conley, o time visitante finalmente virou a partida num arremesso de Mike Miller, 77 à 75. O Lakers ficou mais de 3 minutos sem marcar uma cesta, o que permitiu ao Memphis abusar da agressividade, cavando faltas e mais faltas contra o time de Phil Jackson. O resultado disso, 89 à 80 após três quartos jogados. Este jogo estava muito parecido com os últimos, pouca consistência e pouca energia por parte dos jogadores, sendo assim, o pior já era esperado. No início do 4º quarto o Lakers até ensaiou uma reação. O jogo coletivo melhorou, e outros jogadores como Jordan Farmar e Sasha Vujacic pareciam que proporcionariam uma ajuda à Kobe. Porém, a defesa permanecia na mesma inércia, não conseguindo parar os ataques do Grizzlies. No desespero de evitar mais uma derrota vergonhosa, o Lakers começou a fazer pressão na defesa e disputar todos os rebotes ofensivos, algo que deveria ter sido feito o jogo todo. Surtiu efeito no final, e a vantagem foi caindo. Sasha Vujacic com uma bomba de três cortou a diferença para apenas três pontos, com 3:10 por jogar. Darko Milicic conseguiu marcar mais uma cesta no garrafão, tirando vantagem da falta de pivôs que sofre o Lakers no momento. Logo após, Sasha trouxe o ginásio abaixo com outra bomba de três. Tudo que o L.A precisava era mais um ataque perdido pelo Memphis, o que aconteceu quando Kyle Lowry fez um passe errado. Porém, mais uma vez na hora H, aconteceu um erro. Lamar Odom não conseguiu converter uma bomba de três que daria a liderança ao Lakers. Faltavam apenas 22 segundo para terminar a partida a esta altura. O L.A. foi forçado a cometer uma falta em Lowry, que converteu dois lances livres. Ronny Turiaf marcou na bandeja. Com mais uma posse de bola, Lamar Odom errou novamente o arremesso que poderia selar o empate. Rudy Gay converteu um de dois lances livres e deixou o Memphis à frente por 114 à 111. Na última tentativa do Lakers, Luke Walton errou a reposição de bola, decretando a derrota para desespero de todos os torcedores presentes e dos que acompanhavam a partida. Confira os destaques do jogo:

    Kobe Bryant: 53 pontos, 10 rebotes e 3 roubadas
    Sasha Vujacic: 14 pontos, 3 rebotes e 1 assistência
    Lamar Odom: 2 pontos, 11 rebotes e 11 assistências

    Rudy Gay: 28 pontos, 7 rebotes e 4 assistências
    Darko Milicic: 22 pontos, 12 rebotes e 4 bloqueios
    Hakim Warrick: 16 pontos e 5 rebotes
    Mike Miller: 10 pontos, 10 rebotes e 3 assistências

    Resta saber agora que tipo de declarações os jogadores irão fornecer amanhã, a repercussão do que aconteceu em L.A. você acompanha aqui no lakersbrasil.com. GO LAKERS GO!!

    Fala aí!