Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O técnico Phi Jackson deu a entender na segunda-feira que o time não espera que o pivô Andrew Bynum faça qualquer tipo de contribuição, pelo menos por enquanto.

    O Mestre Zen foi questionado sobre a possibilidade de arriscar a química que a equipe vem demonstrando desde a chegada de Pau Gasol, no sentido de inserir Bynum na atual posição em que joga o pivô espanhol. Mas a revelação de Jackson surpreendeu os repórteres. "Sem dúvida Andrew Bynum virá do banco, e nós vamos fazer assim se tiver alguma chance de ele voltar e jogar novamente, mas é algo remoto. Não estamos pensando nisso seriamente", disse Phil, deixando claro que o status de Bynum está longe do ideal.

    O técnico do Lakers adiantou que Ronny Turiaf foi dispensado para ficar em casa na segunda devido à dores na garganta, mas espera que o jogador esteja a disposição para a partida de amanhã. O pivô reserva D.J. Mbenga foi hospitalizado após uma colisão num jogo 2 à 2 após o treino. De acordo com o assessor de imprensa John Black, ele teve lesões nas costelas mas está listado como contusão sem gravidade, e provavelmente disputa a partida número 2.

    Pelo lado do Denver, o técnico George Karl disse que há uma boa chance de alterar o quinteto titular para a partida de amanhã no Staples Center. "Falamos sobre algumas mudanças no time antes de ontem", disse ele. "Decidimos apostar em jogadores que estão bem. Há uma boa possibilidade de mudanças serem feitas", revelou o técnico do Nuggets. Não se surpreendam se ele aparecer com Linas Kleiza ou J.R. Smith no quinteto titular.

    Ainda falando sobre a atuação do time, ele deixou claro que ficou desapontado com o pouco esforço defensivo imposto por sua equipe. "Eu não acho que igualamos a intensidade e pressão defensiva de Playoff's que eles tiveram. Ficamos atônitos com o jogo de Odom e Gasol dentro do garrafão", disse Karl. "Geralmente isso acontece em um jogo importante como o primeiro da série. Eu não acho que atuamos no nível que poderíamos". O ala Kenyon Martin acredita que o time pode fazer os ajustes necessários para se sair melhor no jogo 2. "Não fizemos um bom trabalho ajudando uns aos outros", disse ele. "A maioria dos times que vencem campeonatos jogam defesa. Queremos ser um deles", finalizou Martin. E seu companheiro de equipe Marcus Camby concorda. "Defesa é muito mais importante agora. Falamos disso o campeonato todo. Não somos um time tão ruim defensivamente como dizem por aí", questionou o pivô. Camby foi considerado o jogador defensivo do ano na temporada passada e teve um baixo nível de produção neste quesito no último jogo. "Não estou frustrado com isso", disse ele. "Os caras que jogaram foram competitivos. Tenho que estar preparado para quarta-feira", disse Marcus.

    GO LAKERS GO!!

    Fala aí!