Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    01 de Novembro de 2016 por Renato Campos

    O Lakers chegou a sua terceira derrota. Mas não entre em pânico, talvez tenha sido uma das melhores partidas na temporada. Apesar de ter sido derrotado por 115-108 para o Pacers em Indianápolis, o Lakers reagiu e por detalhes não poderia ter saido com a vitória na casa do adversário. É verdade que o time não fez um bom primeiro tempo, mas conseguiu não deixar o Pacers se distanciar. Como já vimos essa temporada, os erros prejudicaram a evolução do time e uma certa apatia pode ser notada na primeira etapa entre os jogadores.

    Lakers volta mudado no segundo tempo

    Ao voltar do vestiário para o terceiro período, foi fácil notar a mudança de comportamento do time. Com mais vontade e movimentando melhor a bola, o Lakers brigou com o Pacers e encostou no placar. Ainda que a ansiedade para virar o jogo atrapalhava a resolução das jogadas, o Lakers não desistiu. Liderado por Lou Williams, o time controlava bem a partida, mas insistia em errar a bola crucial para a virada.

    Foi aí que surgiu a figura de Paul George que resolveu colocar a bola embaixo do braço e liquidar a fatura.

    Não foi aquela derrota em que o time saiu de cabeça baixa como muito vimos na última temporada, muito pelo contrário. A cada partida, é nítida a evolução do time e o controle do técnico Luke Walton sobre seus comandados. Sem Timofey Mozgov no final da partida por uma contusão no olho, o time batalhou na defesa e buscou de igual para igual com uma boa equipe que é o Pacers.

    Estamos jogando com chances de ganhar e poderiamos estar com uma campanha de 4-0, mas estamos com 1-3. @JuliusRandle

    Vários destaques positivos. Nance foi um deles com seis roubos de bola e Williams é cestinha com 19 pontos

    Ao final do jogo, os detaques do time ficaram para Lou Williams com 19 pontos em 50 por cento de aproveitamento, Jordan Clarkson com 15 pontos e uma bela defesa durante o segundo tempo e Julius Randle que por um ponto não fez um duplo-duplo, fechando a noite com nove pontos e 10 rebotes. Em tempo, vale lembrar da versatilidade de Larry Nance Jr. O garoto jogou por 30 minutos e marcou 11 pontos, pegou cinco rebotes e roubou incríveis seis bolas.

    É claro que seria tudo muito melhor se o Lakers saisse com a vitória na estrada, mas quem assistiu a partida, viu um time em plena evolução.

    Sem descanso, o Lakers já enfrenta nesta quarta o Hawks em Atlanta.

    Atuações:

    MOZGOV: 6 pts e 5 reb em 19 min (3-7 FG);
    RANDLE: 9 pts, 10 reb e 1 rou em 20 min (3-6 FG);
    DENG: 10 pts, 6 reb e 1 ast em 21 min (5-10 FG);
    YOUNG: 8 pts e 4 reb em 21 min (3-6 FG);
    RUSSELL: 11 pts e 3 ast em 19 min (3-10 FG);

    NANCE JR.: 11 pts, 5 reb, 1 ast, 6 rou e 1 toc em 30 min (4-10 FG);
    INGRAM: 2 pts, 3 reb e 1 ast (1-4 FG);
    CALDERON: 9 pts, 2 reb, 2 ast e 1 rou em 17 min (3-4 FG);
    WILLIAMS: 19 pts e 5 ast em 27 min (7-14 FG);
    BLACK: 6 pts, 8 reb, 1 ast e 1 toc em 19 min (1-2 FG);
    WORLD PEACE: 2 pts em 3 min (0-0 FG);
    CLARKSON: 15 pts e 1 reb em 31 min (7-16 FG);

    Pacers

    P.GEORGE: 30 pts, 7 reb, 1 ast, 4 rou e 1 toc em 37 min (8-16 FG);
    T.YOUNG: 14 pts, 6 reb, 3 ast, 2 rou e 1 toc em 28 min (6-8 FG);
    M.ELLIS: 17 pts, 2 reb, 3 ast e 2 toc em 38 min (6-14 FG);

    Fala aí!