Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    18 de Março de 2019 por Ricardo Romanelli

    LeBron James agradecido por cirurgia de Brandon Ingram ser um sucesso

    Assim como a maioria dos torcedores do Lakers, o astro LeBron James está feliz com os resultados da cirurgia de Brandon Ingram. Após a partida contra o New York Knicks, James enalteceu a importância de o procedimento ter corrido da melhor forma possível, e desejou melhoras ao jovem atleta:

    “É uma bênção que tudo tenha corrido bem e que com isso tenhamos a chance de ser agradecidos por esse jogo que o cara lá de cima nos deu. Desejo ao B.I a recuperação mais rápida possível, mas que ele volte saudável mais do que tudo, porque a sua saúde é a sua riqueza, é só isso que interessa.” – LeBron James.

    James está correto ao afirmar que estar saudável é tudo que importa, e é isso que todos nós desejamos a Ingram. Muita saúde para que ele possa trazer muitas alegrias ao Lakers.

    LeBron comenta a importância de tempo para se recuperar

    James também comentou a importância de que o descanso estendido vai ter para sua carreira nesta offseason. Tendo jogado 8 finais seguidas na NBA, esta será a primeira vez desde 2005 que o astro vai pra casa mais cedo e não disputa os Playoffs da NBA, mas segundo ele mesmo, isso não é todo ruim:

    “Joguei muito basquete, muitos minutos em meus 16 anos de carreira, então ter alguns meses a mais para cuidar do meu corpo e refrescar minha cabeça será muito bom para a próxima temporada. Estou animado para isso.” – LeBron James.

    Por mais que possam existir críticas à postura de LeBron no Lakers, ter ele saudável para a próxima temporada é vital para qualquer pretensão de melhora, então nossos votos são de que o descanso traga energias renovadas ao Rei.

    Frustrado com arremesso, Kyle Kuzma diz que mudou mecânica seis vezes neste ano

    Parte das dificuldades do Lakers na linha de três pontos, além das contratações ruins, é a regressão que atletas como Josh Hart e Kyle Kuzma experimentaram nesta temporada. Kuzma saiu de promissoras 2,1 bolas de três convertidas por jogo com 36,6% de aproveitamento em sua temporada de calouro para 1,8 acertos com 30,5% na atual campanha, uma marca ruim. Frustrado, ele revela que tentou de tudo para mudar esta realidade, sem sucesso:

    “Mudei literalmente seis vezes este ano [a mecânica de arremesso], foi ridículo. Isso é maluco. Não é nem que estou mudando tudo, mas apenas pequenas coisas tipo ‘Ok, agora preciso terminar o pulo assim’, ou então ‘tenho que segurar a bola mais forte toda vez’, ou então ‘preciso quebrar mais o punho’. É sempre algo diferente que pode funcionar por alguns jogos, mas depois volto ao que era antes” – Kyle Kuzma.

    O relato de Kuzma, além de sincero, joga luz sobre outro problema da franquia: a falta de um treinador de arremessos. Um time com tantos jovens que precisam ser evoluídos não pode ficar sem um treinador especialista em arremessos numa liga que cada vez mais exige esta habilidade. Espera-se que o Lakers busque um profissional para esta função na offseason.

    Luke Walton desperta interesse do Phoenix Suns 

    Com sua demissão vista como certa na offseason, pode ser que Luke Walton não fique muito tempo desempregado na NBA. O Phoenix Suns, atualmente treinado pelo sérvio Igor Kokoskov, teria interesse em Walton para o cargo caso decida demitir o atual técnico.

    O Suns tem um núcleo jovem e Walton foi jogador da Universidade de Arizona, mesmo estado da equipe de Phoenix, sendo bem visto pela comunidade local. Treinar um time universitário também é uma possibilidade para o treinador, como a própria Universidade de Arizona ou UCLA, tradicional faculdade de Los Angeles onde jogou Lonzo Ball.

    Fala aí!