Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    09 de Outubro de 2019 por Renato Campos

    Na manhã desta última terça-feira, Adam Silver, comissário da NBA, deu uma declaração mais intensa do que a divulgada anteriormente sobre as tensões entre a NBA e a China. Tudo começou por um conflito desencadeado pelo executivo do Houston Rockets, Daryl Morey, postando (e depois excluindo rapidamente) um tweet expressando apoio a manifestantes em Hong Kong. (Free, Hong Kong!)

    A intensa controvérsia sobre os protestos da NBA, China e Hong Kong, fez com que o apoio de Silver ao direito de Morey expressar sua opinião estimulasse ainda mais o furor da China, e a CCTV e a Tencent cancelaram suas transmissões planejadas dos jogos da pré-temporada entre o Lakers e o Nets, que ainda estão agendados para esta semana.

    A palavra "atualmente" é importante lá, porque, de acordo com Jeff Zillgitt, do USA Today, as transmissões chinesas do jogo podem não ser a única coisa a ser cancelada:

    Há uma preocupação de que os dois jogos entre o Brooklyn Nets e o Los Angeles Lakers sejam cancelados, disse uma pessoa na China com conhecimento da situação ao USA TODAY Sports. A pessoa solicitou o anonimato porque não estava autorizada a falar publicamente sobre a situação delicada.

    Marc Stein, do The New York Times, também informou que há "medos crescentes" de que os dois jogos sejam cancelados:

    Nas discussões que tive nos últimos dias com vários observadores bem posicionados, que estão familiarizados com o cenário chinês e com as negociações com a NBA, há receios crescentes de que oficiais do governo cancelem os dois jogos. Vários patrocinadores, meios de comunicação e a própria Associação Chinesa de Basquete - liderados pelo ex-grande Yao Ming dos Rockets - já prometeram não ter nada a ver com o Rockets no futuro próximo.

    Ricky O'Donnell, da SB Nation, publicou um bom resumo dos sinais de montagem - além desses relatos de usuários conectados - de que esses jogos poderiam ser cancelados, incluindo o fato de que os ingressos se tornaram indisponíveis on-line e os eventos da comunidade estão saindo do cronograma. Neste ponto, e especialmente na sequência dos relatórios de Zillgitt e Stein, seria quase uma surpresa se os dois jogos fossem realmente jogados sem problemas.

    E, além do fato de a China estar caminhando para o cancelamento dos dois jogos de exibição, a NBA, Nets e Lakers também precisam considerar a realidade do que estão envolvidos. Seus jogadores e outros funcionários estão no meio de uma crescente tempestade internacional. A segurança de todos precisa ser de extrema importância aqui.

    Até que tudo mude, no entanto, o Lakers e o Nets ainda estão programados para jogar um contra o outro às 8:30 na quinta e sábado na Mercedes-Benz Arena em Xangai e Shenzhen Dayun Arena em Shenzhen, respectivamente. Apesar do cancelamento das transmissões chinesas, tanto a Spectrum Sportsnet (localmente em LA) quanto a NBA TV (nacionalmente) ainda estão programadas para exibir os jogos, caso ocorram.

    Por enquanto, Silver disse que planeja se reunir com autoridades chinesas em Xangai sobre o assunto, mas, a menos que ele se retire de sua posição na terça-feira de manhã ou a China suavize sua posição nos comentários de Morey, é meio difícil encontrar uma solução agradável que permita ambos os lados para manter seus princípios aqui.

    Fala aí!