Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    26 de Outubro de 2019 por Guilherme Borges

    Pode comemorar. Em casa, o Los Angeles Lakers bateu uma equipe que está cotada como uma das favoritas para chegar aos playoffs, o Utah Jazz.

    No primeiro tempo o jogo não foi muito bonito para quem gosta de belos ataques. Para quem curte defesas fortes, contudo, foi excelente. Tanto Jazz como Lakers defenderam - o time da casa um pouco melhor, é verdade - muito bem e forçaram muitos desperdícios de bola do adversário. No talento de Anthony Davis e Lebron James, o Lakers terminou vencendo a primeira metade por 43 x 37. A baixa pontuação não é surpreendente já que o Jazz esteve entre as 3 melhores defesas da liga nos últimos 3 anos.

    No primeiro tempo, as confusas rotações de Frank Vogel deram lugar para um grande acerto: o técnico tirou JaVale McGee dos titulares e colocou Alex Caruso. Como consequência, o que todos esperávamos aconteceu. Davis teve que jogar de pivô. Vogel disse que ele conversou sobre isso com AD no intervalo e o astro topou a mudança para melhorar o time. Dito e feito. Com Anthony no pivô, o espaçamento de quadra ajudou o Lakers, aproximou nossas duas estrelas que abusaram do corta-luz e, liderados por uma atuação ofensiva de gala de LeBron, nos distanciamos já no terceiro período e apenas administramos a vantagem no terceiro e último: 95 x 86.

    É claro que o destaque vai para a dupla AD&LeBron que combinou para 19/39 e 53 dos nossos 95 pontos. AD foi uma máquina defensiva dentro do garrafão (5 tocos) enquanto Dany Green o destaque defensivo do perímetro.

    As gratas surpresas ficaram por conta de Dwight Howard, Alex Caruso e Troy Daniels. Howard fez o trabalho sujo da noite: fez a presença ser sentida defensiva e ofensivamente, trombou nos adversários, travou bons bloqueios e até incendiou a torcida. Caruso foi destaque por permitir a mudança de rotação do time. Com a boa atuação de DH e com a evidente melhora do elenco com um armador de ofício entre os titulares, tudo indica que McGee deve perder minutos. Por fim, Daniels foi o gatilho da noite, com 15 pontos e 4/8 de longa distância (o que seria muito melhor, já que no final do jogo, quando não valia mais nada, ele forçou alguns arremessos). Confira os lances da vitória!

    Fala aí!