Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    15 de Agosto de 2022 postado por Renato Campos

    lebron_james_tem_homenagem_garantida_do_heat_apos_aposentadoria

    De acordo com o jornalista Ira Winderman, do Sun Sentinel, o Miami Heat vai aposentar a camisa nº 6 de LeBron James quando o jogador deixar a NBA.

    “Tendo já aposentado o número 3 de Dwyane Wade e o número 1 de Chris Bosh, o Heat não deixou ninguém usar o número 6 do companheiro de Big Three LeBron James desde que ele deixou a equipe durante a offseason de 2014, após quatro viagens consecutivas para as finais da NBA e dois títulos. A aposentadoria da camisa de James Heat está prevista para sua aposentadoria da NBA.”

    LeBron jogou quatro temporadas com o Heat e teve médias de 26,9 pontos, 7,6 rebotes e 6,7 assistências em 294 jogos da temporada regular, enquanto teve aproveitamento de 54,3% no geral, 36,9% de três pontos e 75,8% da linha de lance livre. Ele ganhou MVPs consecutivos em 2012 e 2013.

    Apesar de jogar apenas quatro temporadas com o time de Miami, LeBron é o quarto na história da franquia em pontos, segundo em triplos-duplos, quinto em assistências, quinto em porcentagem de arremessos, primeiro em pontos por jogo e quarto em 'field goals'.

    LeBron deixou o Heat no verão de 2014 e assinou com o Cleveland Cavaliers. Ele jogou quatro temporadas com o Cavaliers antes de se juntar ao Lakers no verão de 2018.

    O jogador é elegível para assinar uma extensão de dois anos no valor de cerca de US$ 97 milhões com o Lakers. LeBron se tornaria um agente livre irrestrito no verão de 2023 se não concordasse com uma extensão com o time. O último dia em que LeBron pode assinar sua extensão é 30 de junho de 2023.

    LeBron jogou 223 dos 307 jogos possíveis da temporada regular desde que ingressou no Lakers em 2018, com médias de 27,0 pontos, 8,0 rebotes e 8,2 assistências por jogo. Apesar das dificuldades do time nas últimas duas temporadas, LeBron está “extremamente feliz” em Los Angeles, de acordo com um report do mês de julho do insider da NBA Marc Stein.

    Fala aí!