Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    23 de Janeiro de 2023 postado por Renato Campos

    nba_os_26_maiores_cestinhas_da_historia_do_lakers

    O Lakers sem dúvida é uma das maiores franquias da história da NBA e do esporte em geral. Ao longo dos anos, muitas lendas se formaram em Los Angeles e a lista de estrelas do time é bastante extensa.

    Com base no sucesso da franquia, vamos dar uma olhada na lista dos maiores pontuadores da história do time.

    26. Nick Van Exel (5.633)

    Desde que chegou ao Lakers, Van Exel se mostrou um armador muito promissor. Seu estilo de jogo cheio de habilidade, logo chamou atenção de todos e o jogador logo caiu nas graças da torcida. Tudo que ele fazia em quadra tinha algo a mais e, sempre com boas pitadas de ginga, ele pontuava com facilidade e ainda colaborava demais com seus companheiros. Van Exel formou uma dupla de armação incrível com Eddie Jones nos anos 90 e ambos deram ao Lakers motivos para comemorar todas as noites.

    25. Jim Pollard (5.762)

    Pollard jogou em sete temporadas na NBA de 1947 a 1955. Pollard ganhou cinco campeonatos e foi por quatro vezez All-Star. Ele é um dos melhores jogadores de sua época.

    24. Wilt Chamberlain (5.985)

    Desta lista, Chamberlain é dos que já era uma estrela antes de chegar ao Lakers. Ele ganhou um título com o Sixers alguns anos antes. Chamberlain teve médias absurdas na carreira de 30,1 pontos, 22,9 rebotes e 4,4 assistências por noite. Chamberlain, Jerry West e o restante do Lakers de 1972 fizeram uma ótima temporada e conquistaram o título da NBA. Ele jogou mais uma temporada após o título antes de se aposentar.

    23. Happy Hairston (5.993)

    Hairston venceu o campeonato de 1972 com o Lakers. Ele se juntou ao time em 1969 e permaneceu até sua aposentadoria em 1975. Ele nunca teve média inferior a 10 pontos por jogo neste período.

    22. Elden Campbell (6.408)

    Quem acompanhou o Lakers nos anos 90, com certeza se lembra de Elden Campbell. Eu seu ano como calouro, o Lakers chegou às finais da NBA, onde acabou sendo derrotado pelo Bulls de Michael Jordan. Campbell ficou no Lakers por nove tetmporadas e ganhou seu único título com o Detroit Pistons em 2004, justamente contra o seu ex-time.

    21. Vlade Divac (6.531)

    Assim como Campbell, Divac jogou no Lakers nos anos 90, bem no final da era Showtime. Divac era aquele pivô de origem, que fazia seu trabalho sem muita margem de erro. Divac foi evoluindo a cada ano e atingiu seu auge quando chegou ao Kings no início dos anos 2000. Vale lembrar, que Divac deixou o Lakers na negociação que trouxe o jovem Kobe Bryant para Los Angeles.

    20. LeBron James (6.951)

    LeBron James é um monstro e todo mundo sabe disso. Próximo de bater o recorde de maior pontuador da história da NBA, o período de LeBron com o Lakers é muito menor do que ele já produziu em 20 anos de liga. Desde que assinou com o Lakers em 2018, LeBron teve altos e baixos com um elenco de apoio na maioria das vezes de baixa qualidade. Porém, em 2020, ele foi o principal motivo para a conquista do 17º título da franquia.

    19. Lamar Odom (7.092)

    Lamar Odom fez parte do time do tri-campeonato dos anos 2000 ao lado de Kobe e Gasol. Depois de passagens pelo Clippers e Heat, Odom assinou com o Lakers e se tornou o sexto homem do time. Ele era capaz de jogar em todas as posições graças a seu atletismo e estatura. O esforço do jogador foi reconhecido quando ele ganhou o prêmio de melhor reserva no ano de 2011.

    18. Derek Fisher (7.223)

    Fisher chegou ao Lakers junto com Kobe Bryant em 1996. Embora suas estatísticas nunca tenham sido incríveis, seu papel no Lakers como lider era muito importante. Não tem como falar de Derek Fisher sem lembrar do arremesso mágico contra o Spurs faltando 0,4 segundos nas semi-finais do Oeste de 2004.

    17. Pau Gasol (7.610)

    Gasol jogou suas primeiras sete temporadas com o Memphis Grizzlies antes de chegar ao Lakers. De imediato ele foi muito importante para dar um salto de qualidade no time e colaborou diretamente para os títulos de 2009 e 2010. Gasol foi seis vezes All-Star, sendo três vezes jogando pelo Lakers.

    16. Michael Cooper (7.729)

    Dentro do ofensivo time da era Showtime do Lakers, Michael Cooper era aquele cara que fazia o trabalho sujo e se tornou um dos principais nomes de defesa do time. Ele era um excelente defensor de perímetro e podia sempre marcar o melhor jogador adversário em todos os jogos. Por conta disso, Cooper ganhou o prêmio de melhor jogador de defesa do ano de 1987. Com o Lakers, o jogador conquistou cinco títulos.

    15. A.C. Green (7.789)

    A.C. Green era conhecido como homem de aço por conta de sua capacidade de estar em quadra sem se lesionar, tendo entrado em quadra em 1.192 jogos seguidos na NBA. Ele passou nove temporada com o Lakers, sendo campeão por duas ocasiões nos anos 80. No final de sua carreira, jogando como veterano ao lado de Shaq e Kobe, Green conquistou outro anel de campeão. Em 2001, Green se aposentou aos 37 anos jogando pelo Heat.

    14. Norm Nixon (7.938)

    Nixon estava no Lakers no início da era Showtime, vencendo os títulos de 1980 e 1982. Ele tinha números sólidos e foi um dos principais armadores do time ao lado de Magic Johnson. Ele era um grande facilitador, mas conseguia também converter suas bolas com frequência.

    13. Rudy LaRusso (8.231)

    LaRusso era um cara que tinha facilidade de acumular duplos-duplos todas as noites. Cinco vezes All-Star, sua defesa e sua capacidade de pegar rebotes eram seus pontos fortes. LaRusso foi às finais com o Lakers por quatro ocasiões, mas ele nunca conseguiu conquistar um título.

    12. Vern Mikkelsen (10.063)

    Mikkelsen jogou a lado da lenda George Mikan para formar uma dinastia nos anos 50. O seis vezes All-Star perdeu apenas cinco jogos durante sua carreira. Mikkelsen era conhecido na liga como excelente defensor.

    11. George Mikan (10.156)

    Foi com George Mikan que o Lakers começou sua lista de grandes jogadores. Com o time, Mikan ganhou cinco títulos, foi cestinha por três temporadas e quatro vezes All-Star. Mikan foi um jogador fora da curva em sua época, com médias de 23,1 pontos, 13,4 rebotes e 4,8 assistências por jogo. Mr. Basketball está agora no Hall da Fame da NBA com muitas honras.

    10. Jamaal Wilkes (10.601)

    Wilkes jogou pelo Lakers em oito temporadas. Ele era uma maquina no ataque do Lakers tendo três temporadas com médias de mais de 20 pontos. Em sua carreira, Wilkes venceu quatro títulos, sendo três pelo Lakers e um pelo Warriors.

    9. Byron Scott (12.780)

    Se você é mais jovem e não viu Byron Scott jogar, deve lembrar que ele foi treinador do Lakers ainda na era Kobe Bryant. Porém, Scott tem uma longa história em Los Angeles e jogou por 11 temporadas com o time. Ele era um jogador importante da era Showtime e conquistou três títulos no período.

    8. Gail Goodrich (13.044)

    Campeão com o Lakers em 1972, Goodrich era um armador com média de mais de 20 pontos por jogo de forma consistente para o Lakers. O cinco vezes All-Star pode ser um Laker subestimado, mas ele foi um grande jogador. Assim que seu tempo na ensolarada Los Angeles acabou, Goodrich encerrou sua carreira com o então New Orleans Jazz.

    7. Shaquille O'Neal (13.895)

    O pivô mais dominante da história do Lakers. Essa talvez seja uma afirmativa que poucos vão discordar, ou praticamente ninguém. Shaq jogou por seis times durante sua carreira na NBA, mas sem dúvida seu auge foi com o Lakers ao lado de Kobe Bryant. Shaq foi quatro vezes campeão da NBA, sendo três pelo Lakers e sempre disse que teria ganho muito mais se continuasse jogando ao lado de Kobe em L.A.

    6. James Worthy (16.320)

    Se tinha uma coisa que James Worthy fazia muito bem, era pontuar. Ele é outro grande nome da era Showtime e sempre guardava o seu melhor quando o time chegava aos playoffs. Seu poder de decisão nos momentos cruciais das partidas lhe deram o apelido de " Big Game James". Ele venceu o prêmio de MVP das finais de 1988, foi All-Star por sete vezes e campeão pelo Lakers por três temporadas.

    5. Magic Johnson (17.707)

    Earvin Magic Johnson dispensa comentários. Ele era conhecido por seus passes mágicos, não por seus pontos. No entanto, ele pontuou de forma consistente para estar entre os primeiros desta lista. Magic era o principal nome do Showtime Lakers e comandava aquele time com maestria. Com boa estatura, Magic era um armador difícil de ser marcado e acabou ganhando cinco títulos com o Lakers, três prêmios MVP e liderou a NBA em assistências por quatro temporadas.

    4. Elgin Baylor (23.149)

    Elgin Baylor foi um dos melhores alas de sua época. Ele começou sua carreira vencendo o prêmio de calouro do ano e nunca mais ficou pra trás. All-Star por 11 temporadas, Baylor fazia o que era preciso para vencer. Apesar de ter ido às finais por sete vezes durante sua carreira, Baylor não conseguiu conquistar um título. Ele se aposentou no início da temporada 1971-72, quando o Lakers acabou vencendo o título da NBA com Jerry West e Wilt Chamberlain alguns meses depois.

    3. Kareem Abdul-Jabbar (24.176)

    Ainda com o título de maior pontuador de todos os tempos da NBA, Kareem foi o pivô títular e absoluto da era Showtime do Lakers na década de 80. Ele ganhou seis títulos e seis prêmios MVP ao longo de sua carreira. Kareem é uma lenda viva e um dos maiores pivôs que a liga teve em quadra.

    2. Jerry West (25.192)

    Jerry West tem sua silhueta na logo da NBA e isso mostra o quão importante ele foi para liga ao longo dos anos. Ele jogou toda a sua carreira pelo Lakers e é o único jogador da história a vencer um prêmio de MVP das finais, mesmo com o time sendo derrotado. West finalmente conquistou seu anel em 1972 e até hoje é um dos nomes mais respeitados de toda liga.

    1. Kobe Bryant (33.643)

    Kobe é outro que dispensa apresentações. Ele sem dúvida é o maior Laker de todos os tempos e passou toda sua carreira de 20 anos em Los Angeles. Durante todo esse período, Kobe arrastou uma legião de torcedores que o viram conquistar cinco campeonatos e ter sido convocado para 18 All-Star Games. Do tricampeonato com Shaq, e dos títulos ao lado de Gasol, tudo que Kobe fez em quadra todas as noites era buscar uma vitória. Seu recorde como maior pontuador de todos os tempos do Lakers dificilmente será quebrado.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter