Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    01 de Fevereiro de 2024 postado por Renato Campos

    o_lakers_deve_trocar_austin_reaves_para_ter_seu_objetivo_concluido

    Com aproximadamente uma semana antes do prazo final de negociações desta temporada, as equipes da NBA estão começando a se posicionar de forma agressiva para fazer acordos que possam melhorar seus elencos.

    Parece que o Lakers tem sido uma das equipes mais agressivas da liga até agora nas conversas de negociação. Claro, seu principal alvo é o armador do Atlanta Hawks, Dejounte Murray, mas também há vários outros jogadores pelos quais a diretoria supostamente está interessada.

    O principal ativo de troca que o Lakers tem é D'Angelo Russell, cujo nome tem aparecido repetidamente em rumores de negociações, apesar de ter jogado muito bem em janeiro. No entanto, o armador titular Austin Reaves parece ser um jogador mais atraente no mercado de negociações.

    O Lakers parece muito relutante em sequer considerar uma troca por Reaves, a menos que receba uma estrela em troca - e não, Murray não seria suficiente nesse sentido.

    Austin Reaves é realmente intocável para o Lakers?

    Se o Lakers realmente quer melhorar seu elenco agora e aproveitar o que pode ser sua última chance de ganhar outro campeonato da NBA com LeBron James, a diretoria precisa flexibilizar sua postura em relação a Reaves.

    Reaves é um jogador muito bom e tem sido uma inspiradora história de ascensão. O Lakers originalmente o contratou como um agente livre não draftado, e ele rapidamente passou de um contrato de duas vias para jogar minutos importantes como novato.

    Na temporada passada, ele se destacou como um jogador que faz a diferença e aumentou gradualmente sua produção conforme a temporada avançava. Isso o levou a ganhar um contrato de quatro anos e US$ 56 milhões na offseason passada, e na época, muitas pessoas achavam que ele eventualmente se tornaria um All-Star.

    No entanto, desde então, suas limitações ficaram claras. Sua precisão nos arremessos de três pontos caiu de 39,8% para 34,4%, e ele terminou janeiro acertando apenas 31,3% de suas tentativas de longa distância. Ele pelo menos em parte falta a habilidade de criar seu próprio arremesso, e geralmente precisa de um ou dois bons bloqueios para começar a atacar em direção à cesta.

    O Lakers tentou usar Reaves como armador com bastante frequência nesta temporada. Embora ele tenha aumentado sua média de assistências por jogo, é óbvio que ele não é um facilitador natural e deveria ser designado como um segundo condutor de bola e criador de jogadas.

    Mas talvez sua maior fraqueza esteja no lado defensivo. Embora não seja por falta de esforço, os adversários o atacam na defesa, frequentemente passando a bola para o jogador que ele está tentando marcar ou esperando que ele faça a troca com quem estiver com a bola.

    Murray é um jogador melhor que Reaves

    Murray não é um jogador impecável, mas provavelmente é um jogador geralmente melhor do que Reaves. Ele está acertando arremessos de três pontos a uma taxa alta nesta temporada, e é um defensor acima da média. Murray também está com média de 21,5 pontos por jogo, em comparação com os 15,2 pontos por jogo de Reaves, e tem muita velocidade e habilidade atlética, duas coisas que Reaves não coloca na mesa.

    Hawks pode aceitar uma negociação envolvendo Reaves

    O Lakers e Hawks discutiram uma possível negociação envolvendo Murray, e, segundo relatos, o Hawks quer Reaves, mas não convenceu a diretoria do Lakers. Rob Pelinka ofereceu Russell como contrapartida, mas o Hawks não o quer, e, portanto, uma terceira equipe precisaria estar envolvida para recebê-lo.

    Se Murray é o homem que o Lakers precisa para elevar seu elenco e nível de jogo, talvez substituir Russell por Reaves em uma possível troca seja a jogada certa. Isso tornaria mais fácil para eles concluir tal negócio.

    Uma dupla de Russell e Murray poderia ser perigosa. A capacidade de Russell no ataque, e também ser o principal condutor de bola e criador de jogadas, combinada com as habilidades de facilitação, velocidade e defesa de Murray, poderia tornar o Lakers ainda melhor.

    O teto de uma dupla Russell-Murray provavelmente seria mais alto do que o de uma dupla Reaves-Murray, dadas as algumas limitações de Reaves.

    O Lakers não deve negociar Reaves apenas por negociá-lo, pois ele é um bom jogador. Mas ele também não ganhou o direito de ser praticamente intocável nas conversas de negociação - de forma alguma.

    Fala aí!